NOTÍCIAS
VÍDEOS
AGENDA
Artigos
Vídeos 

Top 6 mais vistos sobre Radical MX
Os problemas do SX - Crónica de Jorge Ró
Publicado em: 2015-08-11  Modalidade: Radical MX
Este é um assunto muito actual e que já em anos anteriores ameaçava agudizar-se, pelo facto de nos dias de hoje ser cada vez mais difícil dispor-se do capital humano necessário para colocar de pé estes eventos desportivos. Juntamente com os custos inerentes para a construção ou reconstrução de pistas (os Municípios vêm as suas verbas para apoios cada vez mais reduzidas) que as organizações têm de suportar, entre outras várias despesas inerentes à realização das provas, tornam muito difícil a vontade de ir para a frente com os desejados eventos.
Os apoios locais são cada vez menores ou até escassos, o que ainda agrava mais a boa vontade das organizações em colocar de pé estas espectaculares provas nocturnas de Supercross.  O Orgão federativo que superintende a modalidade bem se esforça por arranjar as provas que devem compor um mínimo aceitável desses eventos para que possa contar para Campeonato Nacional (como tem acontecido em anos anteriores) mas, aguarda-se que para este ano, consiga cumprir com essa intenção.
 
Devido a tudo isto, e para o presente ano, houve vários pilotos do Top Ten que resolveram não aderir às poucas provas do fraco número de provas do calendário oficial e se recusam a aparecer nestas, pois têm investir na preparação da moto para estas competições e que entendem assim, não se justificar para tão poucas provas. Pelos vistos  parece que terão razão nessas suas ponderadas e racionais decisões. Importa lembrar que, o MX e o SX são competições bem distintas e que obrigam a preparação especifica nas motos, ao nível das suspensões, motor, transmissões e até na preparação física especifica para as curtas e rápidas mangas destas provas de Supercross. Quatro (ou três provas ?) provas em tão curto espaço de tempo não justificam esse trabalho e investimento muito especifico.
 


Outro pormenor também importante, é o facto de que este tipo de competição sempre atraiu menos pilotos que o MX. Isso deve-se não só, aos condicionalismos acima referidos como também, ao tipo de obstáculos que as pistas de SX apresentam : muitos e constantes saltos duplos e triplos, por vezes com grau de dificuldade elevado (só acessíveis aos 3 ou 5 primeiros), e que por isso, prova a prova, coloca alguns dos restantes (que os tentam fazer) no “estaleiro”. Devido a isso, leva a que outros optem por não comparecer neste tipo de pistas, com mais ou menos grau de dificuldade, mas todas passam a ser vistas como iguais aos seus olhos, ou seja, a não arriscar nesta competição. É por isso que inevitavelmente, o SX é visto como elitista e de certa forma, deve aceitar-se assim pelo seu natural grau de dificuldade mas que para o nosso País, parece começar a colocar-se em causa se é ou não viável a sua continuação nestes moldes, ou se terá de se optar por outra opção mais adequada.
Veja-se a solução que os regionais foram na modalidade no nosso País (a vários níveis), e aí poderá estar a resposta por forma a cativar mais pilotos e organizações para esse outro tipo de provas.
 
Pessoalmente, e muita gente sabe-o, eu adoro essa competição da qual me despedi oficialmente em 2011 na última prova de Paço dos Negros em Almeirim, onde o público tem a memória disso, pelo facto de ter estado a realizar todos os saltos nas várias mangas em que participei e nas quais me apoiavam efusivamente graças também à preciosa ajuda do “speaker” oficial para essa provas. Mas, eu não sou um exemplo ideal para “puxar” por este tipo de competição, mas sim aqueles que antes e agora despontam na modalidade, sendo mais jovens e com isso mais destemidos.
No entanto, posso avançar com as eventuais soluções a desenvolver, sugerindo que o órgão federativo se inspire em outro tipo de provas, também nocturnas e que possam juntar todos os necessários ingredientes : Pistas espectaculares mas, mais seguras nos vários saltos ; pistas um pouco mais curtas (que obrigam a menos horas de máquinas e de mais fácil rega e iluminação) ; Bilhetes mais económicos (como resultado dos baixos custos inerentes) ; Um calendário mínimo de 6 provas (apesar de se desejarem mais). Com isto bem pensado, poderá estar aqui a solução para o problema.
 
Cabe ao órgão federativo, aconselhando-se junto dos intervenientes – pilotos e organizações – destes ou de outros caminhos possíveis (mas mais económicos) suas opiniões e seguir em frente.
 
Jorge Ró
 


De trás p`rá frente
 

Já que tenho falado em tanta gente que ficou conhecida no MX nos anos 80, inevitavelmente teria de falar numa figura ainda hoje, no meio do motocross e bem conhecida de muitos. Falo de Carlos Ferreira, mais conhecido como Carlos “Cambalhota”, que assim ficou conhecido nos finais dessa década quando chegou a correr nas 50 c.c. e que numa dessas  provas teve o azar de virar a moto completamente em forma de cambalhota, e daí a ter ficado com esta alcunha bem diferenciadora.


O Carlos passou depois à qualidade de mecânico de grandes e bons pilotos, tendo inclusive feito parte de equipas no MX emblemáticas, sendo assim o mecânico com mais títulos nacionais de MX em Portugal, não se privando de em boca pequena dar algumas indicações preciosas a alguns pilotos ou mecânicos que ele aborda no parque de pilotos nas provas. Hoje, ainda lá anda a dar o seu contributo, nomeadamente nas agora “ressuscitadas” motos 50 nos regionais, tal como se comprova nesta foto actual. Quem não o conhece ?
 


Segue-nos no Facebook

Agora partilha!



Últimos Artigos sobre Radical MX

Últimos Vídeos sobre Radical MX

 

Segue-nos
PATROCINADORES
PRÓXIMOS EVENTOS
Prova: GP3 Series 2018
Local: Le Castellet - França
Data: 2018-06-24
Prova: DTM 2018
Local: Norisring
Data: 2018-06-24
Prova: GP2 Series 2018
Local: Paul Ricard - França
Data: 2018-06-24
Prova: GP3 Series 2018
Local: Spielberg - Austria
Data: 2018-07-01
Prova: Campeonato Nacional de Velocidade 2018
Local: Estoril II
Data: 2018-07-01
Prova: GP2 Series 2018
Local: Red Bull Ring - Austria
Data: 2018-07-01
Prova: ASP World Tour 2018
Local: Jefreys Bay - África do Sul
Data: 2018-07-13
Prova: GP3 Series 2018
Local: Silverstone - Inglaterra
Data: 2018-07-08
Prova: GP2 Series 2018
Local: Silverstone Circuit - Grã-Bretanha
Data: 2018-07-08
Prova: ASP World Tour Feminino 2018
Local: Corona Open J-Bay - South Africa
Data: 2018-07-17
Prova: DTM 2018
Local: Zandvoort
Data: 2018-07-15
Prova: Formula E 2017/2018
Local: New York - EUA
Data: 2018-07-15
Prova: Campeonato Nacional de Enduro 2018
Local: Águeda
Data: 2018-07-15
Prova: Campeonato Nacional SX 2018
Local: Paço dos Negros
Data: 2018-07-21
Prova: Campeonato Nacional de Super Enduro 2018
Local: Castanheira de Pêra
Data: 2018-07-21
ÚLTIMOS ARTIGOS
MAIS VISTOS DA SEMANA
  • PTRadical ©2011-2012 - Todos os direitos reservados
    Por Tecla Infinita