NOTÍCIAS
VÍDEOS
AGENDA
Artigos
Vídeos 

Top 6 mais vistos sobre Dirt , Trial e BMX
Nelson e Tiago são os melhores de sempre no contrarrelógio
Publicado em: 2014-09-25  Modalidade: Dirt , Trial e BMX
Nelson Oliveira e Tiago Machado colocaram-se hoje como os melhores portugueses de sempre nas provas de contrarrelógio de elite dos Campeonatos do Mundo de Estrada, superando o 15.º de Nelson Oliveira, alcançado no ano passado, que figurava como o melhor resultado luso da história. Oliveira foi o sétimo classificado e Machado foi o 11.º na prova de 47,1 quilómetros que hoje se realizou em Ponferrada, com vitória do britânico Bradley Wiggins.



O excelente desempenho de ambos permitiu-lhes a honra de se sentarem nas cadeiras do pódio durante mais de uma hora. Nelson Oliveira cumpriu a prova em 57m47s, mais 1m21s do que o tempo canhão de 56m25s, estabelecido por Bradley Wiggins. O alemão Tony Martin, que foi o vencedor das três edições anteriores, teve de contentar-se com a medalha de prata, a 26 segundos da camisola arco-íris. O holandês Tom Dumoulin fechou o pódio, a 40 segundos.

Tiago Machado ficou apenas a 8 segundos de entrar no top 10, gastando mais 1m52s do que o vencedor. Este desempenho valeu-lhe tornar-se o segundo melhor luso de sempre em mundiais de contrarrelógio, apenas batido pelo resultado hoje atingido por Nelson Oliveira.

Os dois ciclistas portugueses correram com força física, mas também com cabeça e estratégia. Tanto Nelson Oliveira como Tiago Machado foram melhorando de ponto intermédio para ponto intermédio, embora tenham cedido algum terreno na fase de descida mais perto da meta.



O percurso, com as duas subidas perto do final, era melhor para mim do que o do ano passado. Era necessário gerir as forças para essa fase decisiva da corrida. Esta noite descansei bem, as pernas estavam boas e vivi um excelente dia”, considera Nelson Oliveira. O corredor bairradino tem, todavia, o pensamento no futuro: “Ainda tenho margem de progressão. Vou continuar a trabalhar para, um dia, chegar ao pódio”.

O selecionador nacional, José Poeira, concorda que Nelson Oliveira tem condições para discutir as medalhas das grandes competições internacionais por seleções. “Ele tem vindo a fazer um percurso evolutivo coerente. Começou por bater-se pelas medalhas em sub-23. Em elite foi 17.º, 15.º e agora sétimo. Sempre disse que o Rui Costa poderia estar no pódio de um mundial aos 27 anos. Prevejo que o mesmo aconteça com o Nelson Oliveira, embora na disciplina de contrarrelógio”, avança Poeira.

Tiago Machado também foi saboreando o bom desempenho enquanto apontava metas futuras: “Este resultado motiva para o futuro, mostrando que estamos no bom caminho, rumo aos Jogos Olímpicos de 2016”, confidenciou. Sobre a prova desta quarta-feira, Tiago Machado revelou que o resultado ficou dentro das expectativas pessoais: “No meu íntimo, sempre acreditei que poderia terminar nos 15 primeiros. Neste ano cheguei aos mundiais com a cabeça e com as pernas em melhor estado do que há um ano. A curta diferença que me separou do top 10 talvez tivesse sido ultrapassada se eu tivesse podido fazer mais trabalho específico nas semanas anteriores. Acabei por perder tempo a descer, porque ia algo a medo”, afirmou o famalicense.


Fonte: uvp-fpc.pt


Segue-nos no Facebook

Agora partilha!



Últimos Artigos sobre Dirt , Trial e BMX

Últimos Vídeos sobre Dirt , Trial e BMX

 

Segue-nos
PATROCINADORES
PRÓXIMOS EVENTOS
Prova: ASP World Tour 2018
Local: MEO Rip Curl Pro - Portugal
Data: 2018-10-27
Prova: Campeonato Nacional TT 2018
Local: Baja de Portalegre
Data: 2018-10-28
Prova: Campeonato Nacional de Velocidade 2018
Local: Portimão II
Data: 2018-11-18
Prova: ASP World Tour Feminino 2018
Local: Havai - EUA
Data: 2018-11-06
ÚLTIMOS ARTIGOS
MAIS VISTOS DA SEMANA
  • PTRadical ©2011-2012 - Todos os direitos reservados
    Por Tecla Infinita